Angústia!

A angústia me toma
De ponta a ponta
Enquanto reviro na cama

E eu, sem resposta
Ainda espero
Que você venha bater na minha porta.

Eu, João.