Soneto Inicial | Retrospectiva 1/3



Ao ver meu peito encostar no teu
Minha mão contendo o seu grito
Beijando teu corpo, lábios e mel
Rasgando a pele do corpo que habito

O seu cheiro tomando os meus pêlos
Seu suor tomando o meu rosto
Incendiando meu espaço de elos
Amaciando seu toque ao meu gosto

Amanhecemos grudados em nós
Conhecemos colados em nós
Inspiramos estrelas e luas

Olhos fortes, brilho de sóis
Leve traço de um encontro a sós
Instante, história, da minha e sua.

Eu, João.