Meu amor você...


Eu poderia começar com um "meu amor você, adeus". Talvez essas palavras bastassem. Só que meu coração diz que qualquer palavra que defina despedida, não combina e nem se deve, estar na mesma frase que "meu amor" ou "você". Dói já estar sentindo sua falta.
Perdoe-me pela bagunça, pelos textos incompletos, pela falta de ajuda, pela impaciência nos dias de shopping, pelas brigas nas indecisões de lanches. Perdoe-me por fazer falta. Perdoe-me por criar saudade. Perdoe-me por não ir te ver. Perdoe-me por me vestir mal. Perdoe-me pelos filmes legendados. E, pelas brigas sobre o que era divino e profano. Perdoe-me pelos erros.
Agora, o cheiro de teus pelos e partes habitam cada pedaço do que era nossa cama. Teu gosto invade minha mente e teu rosto sempre me vem quando acidentalmente alguém me passa com o mesmo perfume que costumavas usar. Os lençóis não substituem o calor de teu corpo que me aquecia em dias de frio - e, ainda assim, eu me pego crendo feito um tolo que eles têm esse poder. Tolo. O prazer de cozinhar não é o mesmo sem a definição do teu paladar e de teus temperos. Dói já sentir a falta disso. Dói já sentir falta de nossas imperfeições. Dói já sentir falta dos nossos encontros. De sentir meu nariz tocando teu pescoço e de ver meu sorriso sair involuntariamente quando percebo o arrepio em teus braços. O coração aperta com todas essas lembranças.
Repetidas vezes agradecerei - e graças a Deus você existe - pela sorte que tive de cruzar meus olhos com os teus. Pela sorte de poder sentir meus dedos cruzarem os fios do teu cabelo (que já foi loiro, roxo, rosa, vermelho, preto). Por ter visto toda tua mudança e progresso. De te ver brilhar. E de saber que um dia verei você brilhar como uma estrela que todos reverenciam. Sorte de que vou te ver em breve se sentindo mais leve e em paz, de que vai estar bem mais longe com a mesma essência. Saiba que desde sempre você me deu essa sensação de ser.
Talvez bastasse um "meu amor você, adeus". Porém, meu amor por você é mais do um simples adeus. É muito mais. É muito. É mais. É bem mais.
Meu amor você, eu espero voltar a tempo de poder me ver sendo acolhido pelo abrigo dos teus beijos e abraços.

Meu amor, eu amo você.
A você, a Deus, amor.

Eu, João.