Propaganda


E quando papéis em suas mãos caiam, origamis fazia. E o formato de coração ia tomando jeito.
Saía espalhando esse afeto na rua, no ônibus, no metrô. Não necessariamente pra alguém. Era só uma forma pra mostrar ao mundo que nessa vida é necessário se ter um pouco mais de sentimento. Um pouco mais de amor.

Eu, João.