O fim e o início


Era necessário. Era o fim. Mas, algumas vezes, certos fins são inícios. E foi isso que aconteceu. Início.
Andando na praia, com os pés na areia, vivi saudades. Afoguei algumas no mar. Criei novas em meu coração. Nas palavras que saíram da minha boca, bastante sentimento. Como se o peito estivesse preparado para as próximas marés. E no final do dia percebi que pronto ele estava.
A vida se resume em caminhos. Caminhos que se cruzam, caminhos que nos levam à outras caminhadas, caminhos que nos trazem de volta pra casa. O importante mesmo é não parar de caminhar. Porque quando você para, amigo, aí a vida é que te leva.
Por isso, aconselho que se encontre, encontre alguém, ou simplesmente fique só. Não se prenda no orgulho. Porém, não se perca. Nem perca sua essência. Nem atrapalhe a sua ou a liberdade de alguém seguir caminhando. Como já disse, são caminhos. E nem todos os caminhos nos levam pro lugar que queremos. Alguns nos levam pro lugar que precisamos ir.
Era necessário. Era o início e o fim ao mesmo tempo. Certos fins são só o começo. Então, por que não começar?

Eu, João.