Podem falar o que for. Podem insistir no que for. Podem tentar o que for, eu sempre serei única e minha. E ouso dizer: sempre foda! Por mais que muitos não vejam a minha real essência. Por mais que muitos não acreditem nela. Eu, sozinha, sou o suficiente pra lhes contar que não há nada mais belo em mim do que meu nobre e sincero coração. E mesmo quando insistem em tentar arrancá-lo, mesmo quando querem conquistá-lo, mesmo quando querem possuí-lo, eu permaneço tão minha, permaneço tão única e forte que sou capaz de derrubar todas as barreiras que vier pela frente. Eu aumento o som. Eu mudo meu tom. Experimento outras cores. Sinto novos aromas. Ando por outras ruas. Pra sempre ter a sensação que o mundo pode ser pequeno demais pro tamanho dos meus desejos e sonhos. E é assim que sou: minha. E ouso dizer sempre foda.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Oceano